LOADING...

2 lições importantes aprendidas no RD SUMMIT

Hoje queremos trazer um assunto um pouco diferente do que estamos habituados a mandar para você. Não vamos falar sobre clichê, impressão ou flexografia. Hoje vamos falar de marketing e vendas.

Tivemos a oportunidade de participar do evento RD SUMMIT 2019 – O maior evento de marketing e vendas da América Latina, que reúne mais de 150 palestrantes, com cerca de 180 horas de conteúdo apresentados em oito palcos simultâneos para 12 mil participantes. Confira, então, algumas das principais lições aprendidas. Separamos duas para você. Bora?

1 – HUMANIZAÇÃO:

Em uma era tão digital, tecnológica e extremamente imersa de informação, é necessário ressignificar as relações e entender que o ponto chave está em nós mesmos. Temos que lembrar que por trás das marcas existem pessoas, e nossos clientes são pessoas, nossos colaboradores são pessoas! E é pensando nelas que devemos desenvolver nossas estratégias.

O público está cada vez mais consciente sobre o que é uma propaganda, e é facilmente capaz de identificar quando uma marca só está interessada em vender. Para fugir da mesmice é essencial que as empresas conheçam profundamente seus públicos como PESSOAS e que construam relações de confiança e transparência. O que o seu público quer de você? O que só você consegue oferecer? O que une o seu público? O que o compele emocionalmente?

Ao desenvolver uma estratégia de comunicação e vendas, você deve se fazer duas perguntas:

  • Se fosse eu, gostaria de receber esse tipo de informação?
  • A entrega dessa estratégia empodera meu cliente a fazer coisas fantásticas com meu produto/serviço?

O tempo de falar apenas de nós já acabou, o cliente quer saber o que você pode fazer por ele. A sua história não é sobre a sua solução ou sobre o seu produto. A sua história é a respeito da pessoa que você está tentando alcançar. Traga ela para o centro e conte ela de forma humana.

2 – TRANSFORMAÇÃO DIGITAL:

Transformação digital de verdade é aquela que as pessoas não veem, senão você está fazendo errado. Então, o que eu posso estar errando?

  • Falar só sobre a própria marca: sem agregar valor e utilidade, ou seja, sem resolver a real dor do seu cliente. Você precisa entender a intenção do cliente, o que ele quer saber ou precisa de verdade. Não é sobre o que as pessoas estão procurando, mas o que elas querem encontrar.
  • Inventar moda: Quando se fala em formato de conteúdo, o método arroz com feijão é o melhor. Se você não faz nem o básico, por que inventar moda? Inovar não é errado, já inovar sem propósito é um tiro no pé.
  • Se todo mundo está fazendo, vou fazer também: A estratégia de transformação digital precisa estar baseada em dados e segmentação, não no que você vê o seu concorrente fazendo.
  • As pessoas estão muito preocupadas em obter resultados rápidos, o que pode deixá-las vulneráveis. É necessário ter paciência e compreender que o sucesso acontece gradativamente.

Para performar no digital você precisa utilizar estratégias, novamente, humanas: Mostre pessoas, faça conteúdos com empatia, crie uma história inspiradora, proporcione experiência, escute seu público, seja transparente e verdadeiro, isso tudo condizente com seu propósito.

Gostou dessas dicas? Caso você tenha uma dúvida, ou queira falar mais sobre marketing, entre em contato com a gente! 😊

* Foto: Palestra com Ann Handley